sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Hino ao sonho

Olhei para o céu coberto pelo luar
Com olhos de menina amada
Procurando com a mente a divagar
Sinais da nova enseada


Coberta de coragem caminhando
Os olhos postos na frente
Vendo o sonho cirandando…
... É que sonho de criança não mente


Espera sonho! Não andes tão depressa
Deixa que te dê minha mão
Que pouco mais me interessa
Se não me acompanhares nesta imensidão


Acompanha-me neste caminho
Que tanto ainda tem para me contar
Continua a ser o meu ninho
O ninho para minha consciência se deitar


 

Sem comentários:

Enviar um comentário